Superbanner - Texaco (30/08 a 24/01/24)

Água no óleo nem sempre é sinal de falha na junta

trocador de calor

Presença de água no óleo do motor pode estar relacionada ao radiador do óleo ou trocador de calor do lubrificante

 

O grupo Motorservice, responsável pelas vendas da Rheinmetall, alerta que quando há presença de água no óleo do motor ou mesmo de óleo no sistema de arrefecimento podem haver outras causas além de comprometimento da junta de cabeçote. Segundo a empresa, é importante checar se existe uma falha ou passagem no radiador de óleo ou trocador de calor do lubrificante.

A empresa explica que o lubrificante é composto por óleo e diversos aditivos, atuando para lubrificar, limpar e evitar a oxidação, além de atuar como agente refrigerante das peças.

Desse modo, ele passa pelas peças, absorve seu calor e desce até o cárter para perder essa temperatura. Depois ele passa pelo trocador de calor ou radiador de óleo, lembrando que não são todos os motores que contam com trocador de calor. Em alguns casos, temos apenas o cárter.

Se houver trocador de calor no projeto do veículo, o mecânico deve verificar o componente na hora da manutenção, conferindo o líquido de arrefecimento. É fundamental ainda verificar a vedação, pois muitas vezes o vazamento pode ocorrer na peça ou no filtro de óleo e na vedação.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php