Superbanner - Texaco (30/08 a 24/01/24)

ACAV dá dicas sobre o correto descarte de resíduos

Com a finalidade de preservar o meio ambiente, a ACAV – Associação Brasileira de Distribuidores Volkswagen Caminhões e Ônibus – alerta para o correto descarte dos resíduos provenientes da manutenção de caminhões e ônibus.

Entre os materiais identificados como prejudiciais estão o óleo lubrificante usado, filtros de óleo e de ar e pneus. “A destinação inadequada destes componentes pode causar sérios danos ambientais. Por esse motivo, buscamos conscientizar os concessionários de todo o País sobre a importância de realizar o descarte apropriado para cada material”, comenta Mario Tavella, assessor de Assistência Técnica da ACAV. De acordo com a norma ABNT NBR 10004:2004, os resíduos classificados na classe I (perigosos) são graxa, óleos, tintas ou macacões, toalhas e filtros contaminados com estes materiais.

Quando descartados de forma incorreta, esses componentes podem contaminar o solo e, até mesmo, o lençol freático. Foram criadas diversas regulamentações para definir as regras que cada empresa deve seguir e essas leis podem ser estaduais ou federais. Entre elas, destacam-se a Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) nº 357/05, que fala sobre os padrões de lançamento e recolhimento de efluentes; e a nº 362/05, que trata da coleta e destinação final de óleo lubrificante usado ou contaminado.

O pneu é outro item que pode causar danos ao meio ambiente, e esse resíduo possui uma regulamentação específica. As resoluções CONAMA nº 258/99 e nº 301/02 afirmam que as empresas fabricantes e importadoras de pneus devem assegurar seu correto descarte. A ACAV conta com a consultoria da Elo Agência de Apoio Social e Ambiental, que atua na área de gestão ambiental.

Envie um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php