Estou com um Citroën Picasso na oficina com o seguinte defeito: após atingir a temperatura normal de trabalho, o veículo apresenta um ruído semelhante a tucho. Entretanto, já fiz a substituição destes itens, verifiquei a pressão de óleo e tudo estava certo. Em alguns momentos, percebe-se que o ruído se localiza na parte de baixo do motor, dentro do carter. No painel há uma luz de anomalia e a mensagem defeito no motor. Entramos em contato com alguns amigos de concessionárias e em uma delas pegaram algo semelhante, mas não identificaram o defeito. Em outra, disseram que poderia ser a válvula EGR, mas realizei os testes e não vi defeito com ela. Vocês já viram algo semelhante?

Leandro Via e-mail

Em primeiro ligar, é preciso escanear o veículo e identificar o defeito que está fazendo a lâmpada de advertência acender. Segundo: é preciso ter certeza de que esse ruído é gerado na parte inferior do motor, e não uma reflexão de algo que está sendo gerado na parte superior. Segundo especialistas na marca consultados (que não conseguiram identificar o problema em questão), o uso de lubrificante diferente do especificado pode trazer mal funcionamento no variador de fase do comando de válvulas, gerando um ruído estranho durante o funcionamento. Além disso, os lubrificantes não recomendados podem gerar desgaste prematuro dos casquilhos que, sob determinadas condições de funcionamento, podem gerar ruídos altos. Segundo os mesmos especialistas, um “upgrade” do programa de funcionamento, via scanner da montadora, também soluciona alguns ruídos de funcionamento do variador de fase.


A cada edição da Revista O Mecânico, respondemos dúvidas dos leitores sobre manutenção automotiva e cuidados com o veículo na seção Abílio Responde. Mande sua mensagem para: faleconosco@omecanico.com.br