Segundo a FENABRAVE, venda de usados também cresceu em 2017

As transações de veículos usados, se considerar todos os segmentos existentes (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos), apresentaram crescimento de 6,36% em 2017, no comparativo com o mesmo período de 2016. Na somatória, foram registradas 14.190.442 transferências em 2017, contra as 13.341.930 realizadas no ano anterior, segundo dados divulgados pela FENABRAVE – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores.

Quando a comparação é limitada ao período de dezembro e novembro de 2017, o crescimento foi de 15,18%. No entanto, se comparado com dezembro de 2016, o resultado geral de transações de usados, apresentou retração de 3,02%.

Se considerarmos apenas o segmento de automóveis e comerciais leves, as transações, no acumulado do ano, somaram 10.730.763 unidades, que representa uma alta de 7,21% na comparação com 2016. Em dezembro, as transferências de automóveis e comerciais leves usados apresentaram crescimento de 15,97% na comparação com o mês anterior, somando 1.016.018 unidades, contra 876.111 em novembro. Em relação a dezembro de 2016, houve queda de 2,19% nas transações destes veículos.

A FENABRAVE considera que o mercado de veículos usados se mostrou estável. “O ano de 2017 foi marcado pela baixa oferta de veículos seminovos e pelo grande número de operações de ‘troca com troco’. Para 2018, a expectativa é de continuidade do crescimento deste mercado, que vem se mostrando maduro nos últimos anos”, ressaltou Assumpção Júnior.

Do total de automóveis e comerciais leves negociados, os usados (de 1 a 3 anos de fabricação) representaram 17,79% do total do volume de dezembro e 15,12% do acumulado do ano.

Resumo de venda de usados