Entrevista

Reposição Fortalecida

 

ed-272-entrevista

 

Texto: Edson Ragassi
Foto: Divulgação

 

O ano de 2017 foi muito importante para a ZF. A empresa concluiu o processo de aquisição da TRW. Por causa disso adotou ZF como único nome, no lugar de ZF/TRW. A empresa atualmente é uma das maiores sistemistas do mundo, mas também atua no mercado de reposição. Para falar das consequências e repercussões desta estratégia, Fernanda Giacon, Head de Marketing América do Sul – ZF Aftermarket, concedeu entrevista exclusiva à Revista O Mecânico. Entre outros assuntos, ela destaca que a marca TRW continua no mercado, mas focada na reposição e ainda pretende ampliar o relacionamento com os mecânicos.

 

Revista O Mecânico: Em 2017 a ZF encerrou o processo de aquisição da TRW e passou a utilizar a marca única ZF. Quais os efeitos desta ação? O que a aquisição da TRW proporcionou em ampliação de produção e produtos que a ZF não atuava globalmente e no Brasil?
Fernanda Giacon: Podemos dizer que a aquisição da TRW foi positiva para toda a indústria da mobilidade. Isso porque a integração da TRW à ZF foi um passo decisivo para a nossa empresa focar no desenvolvimento das tecnologias do futuro, que envolvem diversos detalhes na área da segurança ativa e passiva, e passeia pela digitalização e condução autônoma dos veículos. E as competências da TRW em segurança, proteção dos ocupantes e eletrônica, bem como as tecnologias de direção e frenagem, chegaram para complementar o já vasto portfólio da ZF. Desse modo, chegamos ao conceito atual da nossa empresa, que é de buscar um mundo “Vision Zero”, com zero acidentes e zero emissões. Corporativamente a ZF continua usando a marca ZF, e no mercado de reposição a marca TRW continua sendo trabalhada fortemente.

 

O Mecânico: Enquanto o processo de aquisição estava em fase de conciliação a empresa utilizou a marca ZF/TRW. Terminada a aquisição passou a chamar-se só ZF. Suprimir uma marca tão importante como a TRW pode impactar de maneira negativa em novos negócios?
Fernanda: A marca TRW foi mantida em todos os produtos de freios, direção e suspensão direcionados para o mercado de reposição, como estratégia comercial da ZF. A marca TRW faz parte do portfólio de marcas da ZF junto como Sachs, Lemförder, Openmatics e Varga.

 

O Mecânico:Fernanda: Sim, a ZF Aftermarket realizou neste ano de 2017 uma série de ações focadas na qualificação de mecânicos em todo o Brasil. Oito meses depois de lançar o Programa “Amigo Bom de Peça”, que reúne treinamentos em vídeo online, a empresa seguiu focando no respaldo técnico com treinamentos e participação em eventos do setor como o 4º Fórum de Reparadores de Câmbio Automático do Brasil e o 1º Congresso Brasileiro do Mecânico, todos voltados para a atualização dos mecânicos. Em nossa plataforma online “Amigo Bom de Peça”, já emitimos mais de cinco mil certificados para mecânicos que acessaram os nossos conteúdos técnicos. O “Amigo Bom de Peça” oferece vídeos com dicas de reparo e manutenção de embreagem, sistema de freio, componentes
de direção, suspensão e transmissão. O canal conta hoje com mais de 10 vídeos técnicos, e após assistir o conteúdo e realizar o teste de conhecimento online, é possível receber um certificado ZF no endereço informado de maneira totalmente gratuita. O mecânico também pode interagir e conferir dicas técnicas na página de Facebook do programa.

 

“Podemos dizer que a aquisição da TRW foi positiva para toda a indústria da mobilidade. Isso porque a integração da TRW à ZF foi um passo decisivo para a nossa empresa focar no desenvolvimento das tecnologias do futuro”

 

O Mecânico: O setor automotivo é composto por várias cadeias. Entre elas está o mecânico independente. Qual a importância que a empresa dispensa a este profissional?
Fernanda: A importância do mecânico independente é muito grande, entendemos que ele é fundamental para que os produtos fabricados pela ZF sejam corretamente aplicados nos veículos, e a prova disso é justamente a criação de um programa como o “Amigo Bom de Peça”. Com a disseminação da internet e das tecnologias digitais, sabemos que o profissional pode ter acesso a muitas informações. Porém, queremos marcar nossa presença junto aos mecânicos como a fonte confiável para resolver dúvidas técnicas e do dia a dia de uma oficina. Por isso, a ZF oferece diversos canais abertos para que o mecânico possa estar em constante contato conosco, como: Central de Atendimento, Portal ZF Aftermarket, Equipes de Campo, Customer Service e Portal de Garantia.

 

“Mas o pós vendas continuará a
ter o importante papel de prestar serviços constantes e perenes aos consumidores”

 

O Mecânico: Neste ano que inicia, o planejamento prevê ampliar as ações para os mecânicos?
Fernanda: Sim! Continuaremos com o “Amigo Bom de Peça” e ampliaremos com programas que vão levar conteúdos ainda mais complexos e completos para esses profissionais.

 

ed-285-entrevista