Embreagem

SUBSTITUIÇÃO DO KIT DE EMBREAGEM DO JAC J3 2011

 

Conheça os detalhes da desmontagem do câmbio no hatch da JAC, com a troca de disco, platô e rolamento de embreagem

por Fernando Naccari fotos Lucas Porto

 

Sob o pé esquerdo está o pedal com uma das maiores responsabilidades na condução do veículo: o da embreagem. Além de fazer a ligação entre o motor e o câmbio, ela embreagem tem a missão de fazê-lo de maneira suave, mas com a aderência necessária para promover a melhor resposta do veículo nas mais variadas condições de tráfego. Foi neste quesito que o proprietário do JAC J3 2011, de 105 mil quilômetros rodados, tinha sua principal reclamação: em algumas situações parecia faltar força e, além disso, o pedal duro era um problema notado.

 

Dessa forma, o hatch de origem chinesa foi encaminhado à oficina Hightech, onde o mecânico e proprietário da oficina, Roberto Ghelardini Montibeller realizou a análise e substituição do conjunto com o apoio do técnico de campo da ZF Sachs, Laércio Pereira. Após a desmontagem do conjunto, os componentes foram analisados, onde percebeu-se que o kit de embreagem presente ainda era o original de fábrica e apresentava excessivo desgaste do disco. Além disso, com a utilização de um dinamômetro de pedal, Laércio confirmou que este estava realmente “pesado”.

 

“No teste, identificamos que para acionar o pedal totalmente, foi necessário gerar uma força de 10,46 kgf, enquanto o valor considerado normal varia entre 6 a 9 kgf”, comentou.

 

PEÇA DE REPOSIÇÃO

 

Laércio explica que o kit de embreagem aplicável ao JAC J3 2011 é o de código 3000 954 368, composto por platô, disco e rolamento. Ele ressalta ainda que o mecânico deve sempre conferir se a embalagem do produto não foi violada e conferir a integridade dos componentes.

 

DESMONTAGEM

 

1. Inicie o processo com a desconexão dos cabos da bateria com uma chave combinada de 10 mm, começando pelo polo negativo. Para liberar espaço, já que o coxim superior esta localizado embaixo da bateria.

 
ed-268-motor

 

2. Em seguida, para soltá-la de seu suporte, utilize uma chave L12 mm.

 

ed-268-motor
 

3. Com uma chave L10 mm, solte os parafusos que fixam a tomada de ar frontal do motor e, em seguida, remova-a.

 

ed-268-motor

 

4. Para soltar a capa plástica superior do motor, são quatro parafusos removidos com a chave L10 mm.

 

ed-268-motor

 

5. Remova a mangueira que liga a caixa do filtro de ar ao TBI do motor. Para tal, utilize uma chave de 8 mm ou fenda pequena, assim são desapertadas as respectivas abraçadeiras.

 

ed-268-motor

 

6. Solte os 4 parafusos de fixação da caixa do filtro de ar com uma chave L10 mm.

 
ed-268-motor

 

7. Após a retirada do conjunto do filtro de ar, solte o suporte inferior da bateria. São três parafusos de 12 mm que podem ser removidos com uma chave L12 mm.

 

ed-268-motor
 

ATENÇÃO: Note que, preso ao suporte, há um conector fixado por trava. É necessário desencaixá-lo a fim de permitir a remoção completa do suporte.

 

ed-268-motor

 

8. Remova a trava do atuador de embreagem com o auxílio de uma chave de fenda pequena, utilizando-a como uma pequena alavanca. Ela fixa a ponta do atuador à alavanca de seleção de marchas e fica na região inferior desta. Após isso, remova o respectivo pino de fixação.

 

ed-268-motor

 

9. Com uma chave L12 mm, solte o atuador da embreagem de seu suporte fixo à carcaça do câmbio.

 

ed-268-motor

 

10. Desloque o atuador junto com suas respectivas mangueiras “para o lado”, junto à longarina esquerda. Isso liberará espaço para posterior remoção do câmbio.

 

ed-268-motor

 

11. Desencaixe o interruptor de marcha à ré.

 

ed-268-motor
 

12. Agora, utilize uma chave combinada de 14 mm para remover o suporte do chicote que vai preso junto à carcaça do câmbio em sua região frontal.

 

ed-268-motor

 

IMPORTANTE: Para evitar a perda de parafusos, Roberto aconselha deixá-los pré-apertados em sua sede, fato que facilitará encontra-los na montagem.

 

ed-268-motor
 

13. Solte também a trava do cabo do trambulador. O tipo de trava é idêntico ao utilizado no passo 8, com a diferença de que, neste caso, não há um pino móvel.

 

14. Na parte traseira, confira que também há outra trava que fixa o outro cabo. Repita conforme o passo 13.

 

ed-268-motor
 

15. Remova o suporte dos cabos que é fixado a um segundo suporte preso à carcaça do câmbio. São três parafusos sextavados de 12 mm. Neste, há uma bucha em borracha que, caso apresente degradação (neste caso havia), deve ser substituída.

 

ed-268-motor

 

16. Mova os cabos juntos ao seu respectivo suporte para trás, a fim de liberar espaço no cofre do motor.

 

ed-268-motor
 

17. Retire o cabo terra que é preso por um suporte à carcaça do câmbio. Note que o parafuso é passante e também tem a função de fixar a caixa do câmbio ao bloco do motor. A chave utilizada aqui é uma L12 mm.

 

ed-268-motor
 

18. Continue desapertando os demais parafusos que fixam o câmbio em toda a volta superior.

 

ed-268-motor
 

19. Agora, instale o suporte que segurará o motor quando os coxins forem removidos. Atente-se para o gancho de apoio no próprio motor e para posicionar os “pés do suporte” de maneira segura nas laterais, sem que danifique os faróis.

 

ed-268-motor
 

20. Com duas chaves, uma combinada de 18 mm e um cabo de força com soquete também de 18 mm, afrouxe o parafuso de fixação do coxim superior do câmbio.

 

ed-268-motor
 

21. Solte os três parafusos de 18 mm que fixam o suporte do coxim do câmbio à carcaça deste. traseiro.

 

ed-268-motor
 

22. Com o auxílio de outro mecânico, realize a remoção completa do parafuso de fixação do coxim superior do câmbio.

 

ed-268-motor

 

23. Remova o coxim superior do câmbio.

 

ed-268-motor

 

24.  Com uma parafusadeira pneumática, desparafuse as rodas dianteiras.

 

ed-268-motor

 

25. Retire os contrapinos que travam as porcas dos cubos de rodas e, em seguida, remova-as com um soquete sextavado de 32 mm.

 

ed-268-motor

 

26. Solte os contrapinos de fixação dos terminais de direção e, em seguida, suas respectivas porcas de fixação com uma chave combinada de 18 mm.

 

ed-268-motor

 

27. Com um extrator específico, solte os terminais de direção das mangas de eixo.

 

ed-268-motor

 

28. Para soltar os pivôs, utilize uma chave combinada de 18 mm.

 

ed-268-motor

 

29. Faça uma alavanca entre o pivô e o cubo de rodas, para facilitar o desencaixe entre as partes. No entanto, tome cuidado para que não haja danos entre os componentes. Faça o mesmo procedimento em ambos os lados.

 

ed-268-motor

 

30. Solte a manga de eixo da ponta de eixo.

 

ed-268-motor
 

31. Desaperte a porca inferior de fixação das bieletas com uma chave combinada de 14 mm. Para tal, posicione esta chave na porca que a trava na barra estabilizadora e, entre ela e a bieleta, utilize uma chave fixa de mesma medida, o que permitirá segurar o conjunto para que ele não gire junto durante o processo.

 

ed-268-motor

 

32. Retire as capas protetoras internas das caixas de roda e os protetores de cárter (que são divididos entre esquerda e direita). Para isso, utilize uma chave Phillips pequena e uma L10 mm. Faça o processo em ambos os lados.

 

ed-268-motor

 

33. Com uma catraca com soquete de 14 mm, solte o parafuso do coxim frontal inferior do câmbio. Lembre-se de utilizar também uma chave combinada de mesma medida para segurar a respectiva contraporca de fixação.

 

ed-268-motor

 

34. Repita o processo no coxim traseiro inferior.

 

ed-268-motor

 

35. Para remover a travessa inferior, utilize uma catraca com extensor e soquete sextavado de 18 mm. São quatro parafusos.

 

ed-268-motor

 

Atenção: Na parte traseira da travessa, atente-se para o comprimento de cada parafuso, pois ambos possuem tamanhos diferentes.

 

ed-268-motor

 

Importante: Com a travessa fora, aproveite para conferir o estado dos coxins e, detectando-se algum problema, realize a substituição destes.

 

36. Solte os parafusos sextavados de 10 mm que prendem a chapa protetora da cremalheira do volante do motor.

 
ed-268-motor

 

37. Após ter soltado a chapa protetora, com uma chave combinada de 12 mm, solte ambos os parafusos que fixam o motor de partida em sua sede. São apenas 2, um superior e um inferior.

 

ed-268-motor

 

38. Com o motor de partida solto, afaste-o para garantir a retirada da caixa de câmbio.

 

ed-268-motor

 

39. Desconecte o conector do sensor de rotação.

 

ed-268-motor

 

40. Novamente com uma chave de 12 mm, termine de desapertar os parafusos restantes que fixam a caixa de câmbio ao bloco do motor.

 

ed-268-motor

 

Atenção: Note que, novamente, há parafusos de comprimentos diferentes na fixação do câmbio.

 

ed-268-motor

 

41. O próximo passo é remover o semi-eixo do lado direito. Para tal, utilize uma chave combinada de 12 mm e 10 mm para remover o seu suporte de fixação junto ao câmbio. Em seguida, remova o suporte do escapamento que é fixado junto ao coletor.

 

ed-268-motor

 

Atenção: ao sacar o semi-eixo, irá ocorrer o vazamento do óleo do câmbio. Neste caso, utilize uma bandeja coletora ou recipiente próprio para posterior descarte adequado.

 

ed-268-motor

 

42. Após escoar todo o óleo do câmbio, utilize um suporte para apoiar e facilitar a retirada do câmbio

 

ed-268-motor

 

43. Com a ajuda de outro mecânico, force o desencaixe da caixa de câmbio dos seus respectivos guias, para assim desacoplá-la totalmente e permitir o acesso ao conjunto de embreagem. Em seguida, desça o conjunto em segurança no suporte.

 

ed-268-motor

 

44. Agora desaperte o platô de embreagem do volante do motor com uma chave L12 mm e retire-o juntamente com o disco.

 

ed-268-motor

 

Importante: Com a peça desmontada, foi constatado o excesso de desgaste do disco de embreagem, bem como marcas de superaquecimento no platô e volante do motor.

 

ed-268-motor

 

ANÁLISE E MANUTENÇÃO NA CAIXA SECA

 

45. Com uma chave sextavada de 16 mm, solte a porca que fixa o eixo do garfo de embreagem à carcaça do câmbio e, em seguida, remova sua haste externa.

 

ed-268-motor

 

Atenção: note que o eixo do garfo é estriado e não possui um guia. Assim, aconselha-se realizar uma marcação no eixo e na haste para garantir uma correta posição de montagem.

 

ed-268-motor

 

46. Para remover o garfo de embreagem, puxe o rolamento no sentido do acionamento, até que este se desloque do eixo piloto do câmbio e possa ser retirado.

 

ed-268-motor

 

Importante: Analise as pontas de contato do garfo de embreagem com o rolamento, do eixo do garfo e das buchas-guia inferior e superior. Havendo desgaste excessivo ou dano, opte pela troca do componente.

 

47. Realize a limpeza da caixa seca, a fim de se remover os resíduos gerados pelo desgaste do material de atrito do disco de embreagem.

 

ed-268-motor

 

48. Com uma escova, realize também a limpeza das estrias do eixo piloto e aproveite para conferir o estado geral do tubo guia.

 

ed-268-motor

 

MONTAGEM DOS COMPONENTES

 

O processo de montagem é iniciado pelo mancal (rolamento). Atenção: Antes de instalá-lo, confira que este é autocentrante. Além disso, o material interno plástico é autolubrificante, portanto, não utilize nenhum tipo de graxa para lubrificá-lo, pois isso gerará aumento do atrito e, consequentemente, aumento do desgaste.

 

ed-268-motor

 

49. Monte o rolamento no garfo de embreagem, encaixe na parte inferior e utilize a bucha superior para terminar de centralizá-lo em sua sede.

 

ed-268-motor

 

50. Aproveite a marcação realizada no eixo do garfo em relação a haste superior externa e aperte a porca que trava o conjunto com uma chave sextavada de 16 mm.

 

ed-268-motor

 

51. Antes de iniciar a montagem do disco e do platô no volante, confira se as estrias do disco deslizam suavemente no eixo piloto, tomando cuidado para não tocar no material de atrito com as mãos sujas.
carro.

 

ed-268-motor

 

52. No platô, realize a limpeza da placa de pressão do platô com álcool isopropílico, a fim de se remover a oleosidade da peça.

 

Atenção: antes de encaixar o disco e o platô ao volante, atente-se para o lado de montagem: o lado do pacote de molas deve ficar voltado em direção ao volante.

 
ed-268-motor

 

Atenção: antes de realizar a montagem do conjunto ao volante, é recomendada a usinagem de sua superfície, a fim de deixá-la novamente plana e com característica semelhante ao que era quando nova. O quanto este volante do motor pode “receber um passe” deve ser avaliado pelo profissional.

 

53. Posicione o platô da embreagem junto com o disco no volante e dê um pré-aperto em alguns parafusos, a fim de deixá-lo pré-fixado, mas ainda com capacidade de ter o disco ajustado quanto à sua centralização.

 

ed-268-motor

 

54. Com a ferramenta 9AK11, da King Tony, centralize o disco de embreagem em relação aos dentes da mola membrana do platô.

 

ed-268-motor

 

55. Agora que o disco está centralizado, aperte os parafusos do platô com uma chave L12 mm, de forma alternada, para que a peça se ajuste de maneira uniforme ao volante do motor. Vale lembrar que o torque final recomendado deve ser de 15 Nm e deve ser realizado com torquímetro.

 

ed-268-motor

 

56. Posicione novamente o coxim sobre o suporte articulado e suba o câmbio com cuidado até que fique em uma posição em que possa ser reapertado em sua sede.

 

ed-268-motor

 

57. Encaixe o motor de partida e reaperte seus dois parafusos.

 

ed-268-motor

 

58. Alinhe o semi-eixo direito, de forma que encaixe no câmbio. Fixe o seu suporte com os três parafusos.

 

ed-268-motor

 

59. O próximo passo é posicionar e parafusar o suporte do escapamento.

 

ed-268-motor

 

60. Monte o semi-eixo do lado esquerdo na manga de eixo e instale o pivô do lado esquerdo.

 

ed-268-motor

 

Importante: repita os passos 59 e 60 também do lado direito.

 

61. Encaixe a bieleta e fixe-a na barra estabilizadora com sua respectiva contraporca. Repita o processo em ambos os lados.

 

ed-268-motor

 

62. Instale e reaperte o terminal de direção. Não esqueça de colocar o respectivo contrapino em sua posição.

 

ed-268-motor

 

63. Agora, monte e aperte a porca da ponteira da homocinética com sua porca-trava sextavada de 32 mm e trave-a também com seu contrapino.

 

ed-268-motor

 

64. Encaixe o interruptor do sensor de marcha-ré.

 

ed-268-motor
 

65. Monte o suporte do coxim superior do câmbio. Utilize uma chave fixa de 18 mm e outra catraca com soquete também de 18 mm, utilizando-a para dar o aperto.

 

ed-268-motor

 

66. Encaixe as pontas dos cabos do trambulador em suas respectivas posições e prenda-os com a trava correspondente a cada um juntamente com sua arruela.

 

ed-268-motor

 

67. Fixe o atuador de embreagem em seu suporte com o auxílio de uma chave L12 mm. Em seguida, prenda a ponta do atuador à haste de acionamento do garfo de embreagem com sua respectiva trava. Atenção: a trava fica em uma posição de difícil acesso, montado por baixo da haste seletora. Se possível, utilize um espelho para facilitar a visualização do local.

 

ed-268-motor

 

68. Coloque a travessa que possui os coxins inferiores do câmbio/ motor. Não esqueça que, na parte traseira, há parafusos de tamanhos diferentes.

 

ed-268-motor

 

69. Monte os parafusos passantes dos coxins e, com uma catraca com soquete de 18 mm, além de uma combinada de mesma medida, aperte-os.

 

ed-268-motor

 

70. Retire o bujão e faça o reabastecimento do óleo de câmbio. Para facilitar, utilize ou adapte um funil. Utilize aqui um soquete sextavado de 17 mm.

 

ed-268-motor

 

71. Substitua o fluido do sistema hidráulico de embreagem por um novo DOT4, que é o utilizado e recomendado pela JAC para o veículo.

 

ed-268-motor

 

Atenção: Não esqueça de realizar a sangria no atuador, a fim de permitir que todo o ar seja expulso e que a eficiência tanto da embreagem, quanto dos freios (pois compartilha o reservatório de fluido), não sejam prejudicadas.

 

ed-268-motor

 

72. Instale os protetores de cárter do lado esquerdo e do direito.

 

ed-268-motor

 

73. Com uma chave Phillips pequena e uma L10 mm, prenda a capa de proteção de ambas as caixas de rodas dianteiras.

 

ed-268-motor

 

74. Prenda novamente o suporte inferior da bateria com uma chave L12 mm.

 

ed-268-motor
 

75. Fixe a caixa de ar do motor em seu suporte com os 4 parafusos sextavados de 10 mm.

 

ed-268-motor
 

76. Conecte a mangueira de admissão que liga o filtro de ar ao TBI. Utilize uma chave de 8 mm ou fenda pequena, assim é possível reapertar suas respectivas abraçadeiras.

 

ed-268-motor
 

77. Instale a bateria e ligue os seus respectivos polos com uma chave combinada de 10 mm, iniciando o processo pelo positivo.

 

ed-268-motor
 

78. Para finalizar, monte as rodas e saia com o veículo para um teste de rodagem, assim certifique-se de que tudo está funcionando de acordo.

 

ed-268-motor
 

Atenção. Finalizada a troca da embreagem, repetiu-se o teste de carga no pedal e o dinamômetro revelou que os pesados 10,46 kgf foram reduzidos para 6,74 kgf.

 

ed-268-motor
 

 

Mais informações – SAC ZF – SACHS: 0800 019 44 77

Colaboração técnica – Oficina HighTech site: oficinahightech.com.br