Raio X

Veterana no lazer e trabalho

 

VW Saveiro possui reparação simples e rápida para não perder tempo na oficina

texto e fotos Leonardo Barboza

 

Derivada do Volkswagen Gol há 35 anos, a Saveiro foi feita para o lazer e trabalho bruto. Com capacidade para carregar até 615 kg de carga e 5 ocupantes, a picape possui algumas características particulares em relação ao seu irmão como suspensão reforçada,  freios a disco nas quatro rodas e motor EA211 1.6 16V de 120 cv (E) e 110 cv (G).

 

A versão da Saveiro avaliada foi a Cross Cabine Dupla (R$ 78.990) e toda equipada com pintura metálica, bancos em couro sintético, rodas de liga leve aro 15” Atacama e sistema infotainment “Discover Media” indo para (R$ 82.270).

 

No geral, Sandro dos Santos, mecânico e proprietário da oficina Dr. American Car, considerou que a VW Saveiro Cross tem reparabilidade bem fácil e tranquila, não exigindo muitas ferramentas especiais com exceção da troca da correia de sincronismo do motor.

 

 

 

 

 

 

ARREFECIMENTO/AR CONDICIONADO

 

O sistema de arrefecimento é bem simples, possui fácil acesso ao radiador e eletroventilador, as abraçadeiras das mangueiras são todas de pressão, o reservatório de arrefecimento é de fácil acesso e simples manutenção.

 

O maior cuidado fica no conjunto da bomba d’ água que fica no lado oposto da correia dentada no cabeçote e é composta por duas válvulas termostáticas.

 

O compressor do ar-condicionado é de fácil acesso e as mangueiras do sistema possuem conexões já conhecidas pelos especialistas.

 

COXINS

 

Mesmo com o novo motor EA211 os coxins se mantiveram na mesma posição e com fácil acesso para troca.

 

DIREÇÃO

 

Manutenção bem tranquila: é fixada no quadro da suspensão por apenas 4 parafusos.

 

A bomba hidráulica mudou de posição ficando na parte de trás do motor. Sua manutenção também não possui dificuldade.

 

ELÉTRICA

 

Motor de arranque, bateria, módulo da injeção eletrônica e motor do limpador de para-brisas estão bem localizados e não requerem muitos malabarismos na hora de reparar.

 

A troca de lâmpadas dos faróis dianteiros são fáceis devido ao bom espaço para as mãos.

 

EMBREAGEM

 

O sistema de embreagem é acionado através do atuador hidráulico que fica na parte externa do câmbio.

 

O câmbio está bem localizado e não requer muitas remoções de outros componentes. Os eixos são retirados através dos parafusos estriados 8 mm.

 

Os cabos da alavanca de marchas são de engates rápidos, facilitando muito a sua remoção e instalação.

 

FREIOS

 

Utiliza o mesmo sistema convencional de outros veículos Volkswagen, com fácil acesso e sem necessidade de ferramenta especifica na parte dianteira.

 

No eixo traseiro, há sistema de freios a disco, exclusivo em picapes dessa categoria. A pinça faz o papel de frear o veículo e segurá-lo quando estacionado.

 

Assim é necessário o uso de uma ferramenta especial já conhecida pelos mecânicos, que retorna o embolo ao seu ponto inicial na hora da instalação de novas de pastilha de freio.

 

Uma curiosidade legal é que o parafuso da pinça pode ser retirado tanto com a chave Torx quanto com a sextavada.

 

A regulagem do freio de mão é feito por baixo, assim como nos demais veículos da linha Gol.

 

O sistema de hidrovácuo, cilindro- mestre e reservatório do fluido de freio estão bem localizados e de fácil acesso.

 

A bomba do ABS está localizada próxima ao painel corta-fogo do motor. Além do ABS, ela é responsável pelo ASR, modo OffRoad e sistema de auxílio em subida de rampa.

 

 

 

 

 

 

 

INJEÇÃO ELÉTRICA

 

O sistema de injeção eletrônica está bem acessível e fácil reparo. Removendo facilmente a tampa do elemento filtrante do motor, você já tem acesso ao corpo de borboleta e a flauta dos bicos injetores juntos com as resistências aquecedoras que eliminam o uso do “tanquinho de partida a frio”

 

A remoção dos bicos injetores é feita através de parafusos Torx e o engate dos conectores do chicote é tranquilo.

 

Sondas lambdas 1 e 2 têm fácil acesso.

 

 

SUSPENSÃO

 

Muito simples e de rápida reparabilidade, não requer ferramenta especial.

 

A barra estabilizadora possui bieletas de ferro mais resistentes e as buchas são fixadas com apenas dois parafusos sextavados de cada lado e de fácil remoção.

 

Na parte traseira, o sistema amortecedor é muito simples e de rápida troca.

 

 

TANQUE DE COMBUSTÍVEL

 

Com um bom acesso, o tanque de combustível pode ser removido facilmente. O filtro de combustível está bem localizado e seus conectores são de engate rápido.

 

A bomba de combustível fica localizada embaixo do banco traseiro, com fácil acesso após retirar o assento. Sua reparação é simples.

 

TROCA DE ÓLEO

 

Filtro de óleo fica na “cara do gol” e o bujão é com porca sextavada.

 

UNDERCAR

 

O sistema de escapamento é bem simples e de fácil manutenção, apenas necessitando de uma maior mão de obra na hora da retirada do catalisador, que passa por cima do quadro da suspensão dianteira.

 

Para removê-lo é necessário descer o quadro da suspensão e caixa de direção.

 

Ficha técnica

SAVEIRO CROSS
Motor
Posição: Dianteiro, transversal, Gasolina/Etanol
Cilindros: 4 em linha
Válvulas: 16V
Taxa de compressão: 11,5:1
Injeção de combustível: Injeção eletrônica multiponto
Câmbio: Manual, 5 marchas

 

Freios
Dianteiros: Disco ventilado
Traseiros: Disco sólido

 

Direção
Tipo: Assistência Elétrica Progressiva (EPS)

 

Suspensões
Dianteira: Independente, McPherson
Traseira: Eixo de torção

 

Rodas e Pneu
Rodas: Liga leve, 15 polegadas
Pneus:205/60 R15

 

Dimensões
Comprimento (mm):4497
Largura (mm):1728
Altura (mm):1553
Distância entre eixos (mm): 2753

 

Capacidades
Porta-malas: 55 litros
Caçamba: 580 litros