Motor

Troca das Correias e Bomba D’água do VW Voyage 2015

 

Confira como realizar a substituição das correias dentada e de acessórios, incluindo a troca da bomba d’água, no sedã Volkswagen Voyage 1.6 8V, motor EA111, ano 2015

Texto: Fernando Naccari
Fotos: Lucas Porto

 

Embora tecnicamente falando seja um procedimento relativamente simples e largamente realizado nas oficinas mecânicas, a troca das correias de acessórios e de sincronismo do motor requerem cuidados específicos e, caso sejam deixados de lado, podem gerar graves prejuízos ao motor.

 

Por falar em manutenção preventiva, é indicada a substituição da bomba d’água juntamente com sua respectiva correia de acessórios. Quando deixamos este procedimento para depois, é comum o cliente voltar à oficina pouco tempo depois com a reclamação de um barulho vindo do motor. Este, na verdade, geralmente é proveniente da bomba d’água que já está no fim de sua vida útil. Portanto, se for trocar a correia de acessórios, aproveite e troque a bomba.

 

Dessa forma, o consultor técnico da Dayco, Nelson Morales, realizou o procedimento completo em um Volkswagen Voyage 1.6 8V 2015 que estava com 62 mil quilômetros rodados, com a troca das correias elásticas 3PK796EE e 6PK1200EE, rolamento de desvio APV2177 e do kit da bomba d’água KTBWP2550, que é composto pela correia dentada, tensionador e pela própria bomba d’água.

 

 

Desmontagem da Correia de Acessórios e Polias

 

1. Retire a roda dianteira-direita para posteriormente ter acesso ao sistema de sincronismo.

 

ed-283-motor

 

2. Com a roda removida, solte os cabos de vela com as mãos e as velas com uma chave sextavada de 16 mm. Isso será necessário, pois, propiciará a redução da compressão do motor, fato que facilita na hora de girar o motor nos processos de retirada e montagem das correias e demais componentes.

 

ed-283-motor

 

Obs. Nesta etapa, aproveite para conferir as condições dos cabos e das velas e, se necessário, faça a substituição.

ed-283-motor

 

3. Erga o veículo no elevador para dar sequência a todo o processo.

 

ed-268-motor

 

4. Agora, solte o para-barro que isola a região das rodas para o compartimento do motor.
Ao todo, são nove parafusos Torx T25.

 

ed-268-motor

 

5. Com a proteção fora, é possível ter acesso às correias, mas antes de retirá-las, afrouxe os 4 parafusos de fixação da polia do virabrequim com uma chave Allen de 6 mm.

 
ed-268-motor

 

6. Corte as correias de acessórios com um alicate. Isso facilita sua retirada e, como não serão reutilizadas, não há problemas.

 

ed-268-motor

 

Obs. A correia do alternador, visualmente, não apresentava avarias, no entanto, a que comanda o ar-condicionado apresentava ressecamento, desgaste e contaminação por óleo.

 

ed-268-motor

 

7. Sem as correias, solte a polia do virabrequim.

 

ed-268-motor

 

Obs. Aproveite a remoção do componente para analisar as condições da peça, principalmente quanto à existência de desgaste nos “dentes” ou a presença de algum material estranho que venha a ocasionar danos às correias, como rebarbas ou pequenas pedras, por exemplo.

 

8. Sem a polia, retire os três parafusos sextavados de 10 mm da capa de proteção inferior da correia dentada. Além deles, há uma trava lateral, do lado esquerdo, que deve ser solta.

 

ed-268-motor

 

9. Retire a capa inferior, puxando-a para baixo.

 
ed-268-motor

 

10. Agora, com uma chave 13 mm e outra de 17 mm, solte os parafusos sextavados que fixam o protetor de cárter ao undercar do veículo.

 

ed-268-motor

 

11. Baixe o veículo no elevador até uma altura em que lhe fique confortável a realização dos procedimentos no cofre do motor.

 

12. Com uma chave Allen de 5 mm, solte o suporte do reservatório do fluido da direção hidráulica e afaste-o. Não se faz necessária a remoção de qualquer mangueira. Este processo é importante para facilitar a retirada do coxim direito do motor.

 

ed-268-motor

 

13. Solte as travas da capa superior da correia dentada e puxe-a para cima, até que saia por completo.

 

ed-268-motor

 

14. Utilize um cavalete sob o cárter do motor do veículo, a fim de calçá-lo e permitir a retirada do coxim direito do motor

 

ed-268-motor

 

15. Agora, solte os três parafusos sextavados de 16 mm que fixam o coxim do motor ao seu respectivo suporte

 

ed-268-motor

 

16. Solte os quatro parafusos sextavados de 13 mm que prendem o suporte do coxim à longarina do veículo.

 

ed-268-motor

 

Obs. 1: A buzina é fixada a este suporte, mas não é necessária à sua remoção de maneira prévia. Esta deverá sair juntamente com o suporte do coxim, tendo seu conector desligado, apenas.

 

ed-268-motor

 

Obs. 2: Com o coxim solto, confira o estado do elemento amortecedor interno. Caso apresente degradação, faça a sua substituição.

 

ed-268-motor

 

17. Com uma catraca e um soquete sextavado de 16 mm, solte os três parafusos do suporte do coxim que está fixado ao bloco do motor, próximo à bomba d’água.

 

ed-268-motor

 

Sincronismo do motor e Retirada da Correia Dentada

 

Neste momento, você deve colocar o motor em sincronismo antes da retirada da correia dentada. Você deve notar que há duas marcações distintas no motor, sendo a primeira delas, de traz para frente, para os modelos de 8V e, a segunda, para os de 16V. Desta forma, alinhe a polia dentada do virabrequim com estas marcas, tomando como base os dentes da polia que possuem chanfros em suas pontas. Para se ter certeza de que o sincronismo está correto, confira que na polia do comando de válvulas há um pequeno “furo”.
Este deve coincidir com um ressalto presente na capa traseira da correia dentada. Se isso ocorrer, pode dar continuidade ao processo.

 

ed-268-motor

 

18. Desaperte o parafuso de fixação do tensor da correia sincronizadora, para dessa forma tirar a tensão desta e permitir a sua remoção.

 

ed-268-motor

 

19. Com as mãos, puxe para fora a correia dentada do motor EA111.

 

ed-283-motor

 

Obs.: Analisando as condições da correia sincronizadora que estava no veículo, notou-se um princípio de desgaste nos dentes.

 

ed-268-motor

 

20. Termine de desaparafusar o tensionador e remova-o completamente.

 

ed-268-motor

 

Verificação do Estado e Desmontagem da Bomba D’água

 

No veículo utilizado na matéria, quando Nelson girou a polia da bomba d’água com as mãos, notou-se que ela “enroscava”, indicando alguma avaria interna que, além da quilometragem, era mais um indício para a troca do componente.

 

21. Solte a mangueira inferior do radiador, a fim de escoar o líquido de arrefecimento do motor.

 

22. Para soltar a bomba d’água, solte os dois parafusos Allen de 6 mm que fixam o componente em suas extremidades inferior e superior.

 

ed-268-motor

 

23. Com o auxílio de uma chave de fenda, faça uma alavanca entre a bomba d’água e o bloco do motor, forçando a sua saída.

 

Montagem dos Componentes

 

24.  Após abrir a embalagem do kit KTBWP2550, instale a bomba d’água em seu alojamento (não possui regulagem) e fixe-a com torque de aperto de 17 Nm.

 

ed-268-motor

 

25. Posicione o tensionador em sua sede. Note que ele fica ancorado em cima do parafuso de fixação superior da bomba de óleo. Ainda não dê o aperto final, apenas dê um pré-aperto de forma que ele fique fixo em sua posição, sem dali se movimentar.

 

ed-268-motor

 

26. Monte a correia sincronizadora iniciando pela polia do virabrequim, passando pela face interna do tensionador, depois pela bomba d’água e encerrando na polia do comando de válvulas, sempre deixando a folga maior para o lado do tensor.

 

ed-268-motor

 

Obs. Nelson Morales reforçou que, neste caso, não há uma posição de montagem da correia. Quando esta posição existir, ocorrerá a presença de setas estampadas na correia mostrando o sentido de rotação do motor.

 

ed-268-motor

 

27. Agora, para ajustar a tensão do tensionador, utilize uma chave Allen de 6 mm no furo presente em sua haste de mesmo formato e medida da chave. Movimentando em sentido horário, conforme marcação presente na carcaça interna do tensor. Quando “o ponteiro” presente na parte traseira do sensor coincidir com o “rasgo” na mesma região, a tensão nominal aplicada está correta.

 

ed-268-motor

 

28. Com a chave de 10 mm, aperte o tensionador com torque de 25 Nm.

 

ed-268-motor

 

29. Dê duas voltas no motor (no sentido horário), movimentando-o através da polia dentada do virebrequim com uma chave combinada de 19 mm. Isso deve ser feito para que ocorra o correto assentamento da correia. Após o processo, confira novamente se a posição de sincronismo está correta.

 

ed-268-motor

 

30. Instale o suporte do coxim, apertando os quatro parafusos sextavados de 13 mm que o fixam à longarina do veículo.

 

ed-268-motor

 

31. Em seguida, aperte os três parafusos sextavados de 16 mm que fixam o coxim do motor ao suporte.

 

ed-268-motor

 

32. Substitua o rolamento de desvio pelo APV2177. A chave utilizada é uma combinada de 17 mm.

 

ed-268-motor

 

33. Monte a capa inferior da correia dentada e aperte os seus três parafusos sextavados de 10 mm.

 

ed-268-motor

 

34. Instale e fixe a polia inferior do virabrequim à sua base com os 4 parafusos Allen de 6 mm, com torque de 20 Nm, de maneira cruzada. Atente-se ao furo guia presente na polia que movimenta as correias de acessórios, pois ele deve coincidir com o pino guia presente na polia dentada, que faz parte do sincronismo do motor.

 

ed-268-motor

 

Montagem das Correias de Acessórios

 

ed-268-motor

 

A primeira correia a ser instalada é a do ar-condicionado 3PK796EE. Os kits Dayco de correias elásticas, além da correia, acompanham uma ferramenta e um gancho que, combinados, facilitam na instalação do item.

 

35. Coloque a correia na polia do ar-condicionado e use o gancho para segurá-la em uma extremidade e, na outra, apoie no suporte do motor

 

36. Agora, utilize a ferramenta que acompanha o kit, fixando-a na polia do virabrequim a parte que possui “um dente” e, com a face lisa, use como um guia para a correia.

 

ed-268-motor

 

37. Com uma chave combinada de 16 mm e segurando a ferramenta para que ela não escape, gire o motor no sentido horário até que a correia fique na sede.

 

38. Repita o processo, desta vez apoiando o gancho na parte inferior da correia junto ao suporte do alternador, dessa forma a correia irá para o alojamento detrás da polia, onde deve ficar.

 

ed-268-motor

 

39. O mesmo processo deve ser realizado com a correia 6PK1200EE. Monte-a inicialmente na polia da direção hidráulica, passe pelo alternador, pela polia de desvio e termine na polia do virabrequim. Neste caso, o gancho não precisa ser utilizado.

 

ed-268-motor

 

40. Baixe o carro do elevador até uma altura em que fique confortável para os processos no cofre do motor.

 

ed-268-motor

 

41. Instale as velas, cabos e coloque o aditivo no radiador.

 

ed-268-motor

 

42. Dê partida ao motor e deixe-o em funcionamento até que a ventoinha ligue, assim você verificará sobre sua linearidade e também para retirar as possíveis bolhas de ar do sistema de arrefecimento.

 

ed-268-motor

 

43. Com tudo em perfeito estado, monte a capa superior da correia dentada e prenda suas respectivas travas.

 

ed-268-motor

 

44. Instale novamente o para-barro e aparafuse os nove parafusos Torx T25 que a fixam.

 

ed-268-motor

 

45. E, para finalizar, coloque a roda dianteira direita e aperte-a.

 

ed-268-motor