Comércio de veículos usados se manteve estável em 2016, afirma Fenabrave

626-usados-fenabrave2

De acordo com o levantamento realizado pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), as transações de veículos usados, considerando todos os segmentos automotivos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos), apresentaram leve queda acumulada de 0,07% em 2016, no comparativo com 2015. Ao todo, foram registradas 13.341.926 transferências em 2016, ante as 13.351.780 do ano anterior.

Na comparação entre dezembro e novembro de 2016, houve crescimento de 19,41%. Se comparado com dezembro/2015, o resultado geral de transações de usados apresentou alta de 8,75%.

De acordo com a Fenabrave, de um modo geral, o mercado de veículos usados permaneceu estável ao longo de 2016. “A queda no mercado de veículos novos fez com que houvesse uma diminuição na oferta de seminovos. Este fator influenciou no resultado geral, com a pequena queda registrada no acumulado frente ao ano de 2015”, argumentou Alarico Assumpção Júnior, Presidente da Fenabrave.

Já no mercado de automóveis e comerciais leves, esta falta de oferta fez com que o mercado de seminovos retraísse 7%, o que corresponde a 138 mil veículos. “Mesmo assim, estes dois segmentos somados finalizaram 2016 com uma alta de 0,2%”, comentou o presidente da entidade.

Em dezembro, as transferências de automóveis e comerciais leves usados apresentaram crescimento de 20% na comparação com o mês anterior. Foram transacionadas 1.038.810 unidades em dezembro, contra 865.707 em novembro. Em relação a dezembro/2015, houve alta de 10,51% nas transações destes veículos.

Do total de automóveis e comerciais leves negociados, os usados (de 1 a 3 anos de fabricação) representaram 20,5% do total de dezembro e 18,3% do acumulado do ano.